17/04/2017

Sentada no sofá ela comia um pedaço da pizza de anteontem, não havia disposição para a culinária. Ao tempo que seus pensamentos se formavam as indagações e questionamos sobressaíam. Quem poderia cuida-la? Quem poderia escutar suas crises existências e viver cada uma delas ao seu lado? Quem poderia olhar seu rosto e decorar cada pedacinho só para tentar matar a saudade na distância? Quem poderia passar noites em claro ao seu lado?

menina-deitada

Bela parecia estar desligada do mundo. Não que ela fosse assim desde de sempre, mas ultimamente precisara ler no mínimo 3 vezes o parágrafo daquele romance (e isso não é uma metáfora) pelo o simples fato de não conseguir se concentrar. As vezes seu coração batia forte demais e ele temia que alguém ouvisse também.

Garota, entenda. Ele não vai mudar depois que conhecer seus talentos. Vai continuar com os encontros de sábado à noite sem você. E te ligar no outro dia dizendo que ficou sem bateria. Você só precisa acordar e entender que ele nunca ligou para sua inteligência espacial, ou pela a forma com que você argumenta na roda de amigos, muito menos por dominar o português. Se atente para o fato – ele não está interessado na matéria de metodologia que vocês pegaram juntos no último semestre. Acorda. Sinto dizer, mas eu já fui protagonista dessa mesma série, em uma versão diferente e com outros personagens, mas o roteiro era o mesmo. Uma garota, que faz planos sozinha, que manda mensagens sozinha, que vai ao shopping sozinha, que almoça sozinha e talvez até esteja namorando sozinha. Acorda, ele não quer sonhar com você.

Mas calma, isso não vai acontecer somente na primeira temporada, um dia desses você vai conhecer alguém no metrô, talvez na faculdade, você vai se apaixonar (de novo), talvez seja por algumas eternidades, talvez ele nem te note, vocês terão muito em comum, talvez você nem curta muito as habilidades dele com matemática, mas por fim, esses encontros vão continuar acontecendo. Até que você se ver uma mulher madura e esses encontros e desencontros não te incomodam como antes. Dói um pouco menos.

Levanta do sofá vai, aproveita enquanto é jovem. Que ele ainda faz parte da sua rotina mesmo estando longe isso é um fato, mas que ele não está nem um pouco interessado nisso, também é. Acorda, conheça novas pessoas, siga a vida, saia da inércia assim como ele fez e diga sim para a vida pois ela está doida para te presentear com novas experiências.

Acompanhe o trabalho da May Mariano → BLOG | INSTAGRAM | FACEBOOK ← 
por May Mariano
Compartilhe com os amigos
28 comentários

Leia tambem

  • Eu já sabia, mas ainda assim eu insisti.
  • Talvez amadurecer seja isso (ou não)!
  • Memórias do Meu Primeiro BLOG!
  • Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog:

    1. Thata, 18 de abril de 2017

      isso ae.. levanta e sai do sofa e vai viver esse dia!! saias palavras.. hoje em dia temos muitos casos de pessoas que, assim como no seu conto passam pela famosa “solidao a dois”. Nos mulheres temos que nos unir, e entender que para ser nosso parceiro… tem que ser um homem pareceiro de verdade… estar do nosso lado e compartilhar os momentos e nos respeitar. Bjo! Thata

      • May Mariano, 19 de abril de 2017

        Oi Thata! Realmente, infelizmente isso se torna mais comum a cada dia :/
        beijos, obrigada pelo comentário.

    2. Jainara Soares, 18 de abril de 2017

      Me identifique bastante com o texto. Tenho que começar a viver mais, levantar do sofá e aproveitar enquanto sou jovem. <3

      • May Mariano, 19 de abril de 2017

        Fico imensamente feliz por ler esse tipo de comentário <3

    3. Marisa, 18 de abril de 2017

      Oi Karol!
      Ao ler seu texto me peguei pensando em quantas pessoas estão na situação descrita. É necessário sim sair da inércia e procurar coisas novas sempre, por que senão a vida passa e a gente se pega lamentando pelas oportunidades que a gente deixou passar. Ótimo texto!
      Inania Verba

    4. Lucielle, 18 de abril de 2017

      que texto mais lindo.

    5. Sabrina Sampaio, 18 de abril de 2017

      “esteja namorando sozinha” já passei por isso 💔 ótimo texto!

      • May Mariano, 19 de abril de 2017

        Quem nunca né? Porém cabe a nós tirar proveito de cada experiência <3

    6. Mari, 18 de abril de 2017

      Muito bom o texto, só li verdades. É exatamente assim que acontece na vida da gente, às vezes.
      Beijos
      Mari
      http://www.pequenosretalhos.com

    7. Gabriela Gouveia, 18 de abril de 2017

      A vida é uma só, e sério…quando me diziam que a juventude passa rápido é completamente verdade, sério temos que aproveitar o dia de hoje e fazer tudo o que podemos fazer pra ser sempre inesquecível <

    8. Raissa Gomes, 19 de abril de 2017

      Que vráaa de texto, hein?
      É isso aí, temos que superar essas coisas e não deixar de aproveitar nossa vida enquanto podemos! <3

    9. Laís de Paula, 19 de abril de 2017

      Preciso levar essas palavras pra vida!
      Amei o post.

    10. Isabelle Felicio, 19 de abril de 2017

      Nossa como você escreve bem *-* Esse texto está maravilhoso. Uma frase me marcou bastante, ela é super forte e eu amei.
      “Diga sim para a vida pois ela está doida para te presentear com novas experiências”
      AMEI

      • May Mariano, 19 de abril de 2017

        Ahhh, fico imensamente feliz, quando escrevo algo que de certa forma toca alguém <3

    11. Ingrid, 19 de abril de 2017

      UhuuL!! Adorei esse texto!! Temos que levantar do sofá sempree!! Se joga para a vida, porque a vida é muito curtaaa

    12. Erica Oliveira, 19 de abril de 2017

      Adorei o texto, acho que eu já amadureci nessa área pq nem ligo, se não me quer ou não me dá a importancia que eu mereço, eu também não quero. Acho que o que o mudou hoje é que eu consigo enxergar e aceitar melhor do que quando eu era adolescente. Não preciso fazer uma tempestade, só preciso seguir em frente como se nada tivesse acontecido rsrs

      • May Mariano, 19 de abril de 2017

        Ahhh, que ótimo que você adquiriu esse domínio próprio <3

    13. Stéfani, 19 de abril de 2017

      Me identifiquei muito com o texto, você escreve super bem!
      Beijos!