19/06/2017

Quando eu postei no meu Facebook que estava fazendo a minha segunda graduação, as reações foram várias! Muita gente perguntou por que eu fiz isso, alguns acharam bobagem ou gasto de dinheiro a toa. Outras acharam que eu estava infeliz na minha profissão. Enfim, muitas coisas foram ditas.

Então, hoje, resolvi contar um pouco sobre essa minha escolha, que foi complicada, mas que foi a escolha perfeita para mim. Vou falar pra vocês hoje os pós e contras de fazer uma segunda graduação, quem sabe te ajuda a dar um rumo na sua vida, né?

Para te situar: Sou formada em Propaganda & Marketing, e agora faço Design Gráfico.

1. É sempre bom ter algo a mais no currículo: Quando eu matriculei na faculdade, estava meio decepcionada com a grade das pós-graduações. Na área que eu amo, as matérias eram mais do mesmo. Então, eu olhei a grade do curso de Design Gráfico e falei: putz é isso que eu quero.

2. Se o curso for relacionado, você elimina matérias: Minha grade demorou para sair, mas quando saiu eu descobrir que tinha eliminado 12 matérias da grade. Ou seja, tem semestres que irei bem pouco na faculdade, então poderei me dedicar mais as matérias.

3. É complicado se adaptar com as pessoas: Eu estou passando pela segunda faculdade, mas tem a galera que é mais nova. Então, confesso que ser interessante para essa galera é complicado, os papos são outros, os gostos também, então, se enturmar ainda está sendo algo complicado.

4. Se adaptar com o ritmo é um desafio: Olha, ainda estou tentando voltar ao que era na minha primeira faculdade. Com essa falta de costume, até acho que peguei uma DP no primeiro semestre. Mas, estou confiante que os próximos semestres estarei bem organizada com os estudos.

Estou esperando mais um tempo de faculdade, para poder gravar a TAG: Minha Faculdade novamente para vocês, mas por enquanto é isso. Caso tenham alguma dúvida, comenta aqui que eu vou amar responder para vocês! Um super beijo e até a próxima! 🙂

por Carolina Rabêlo
Compartilhe com os amigos
28 comentários

Leia tambem

  • Vitrine de Profissões: Personal Organizer
  • 02/02/2015
    Quando era criança eu tive diversos sonhos relacionados a profissão. Sonhei em ser médica, professora, veterinária e outras milhares de profissões. Diante dos milhares de diários que escrevi { inclusive aquele que inspirou o blog } e de todos os desenhos de roupas, de casas para minhas bonecas, acredito que encontrei minha vocação ainda muito nova. E hoje venho mostrar para todos vocês que me acompanham no Deixe Apenas Fluir, um pouco do meu momento de glória: Minha colação de grau em Propaganda e Marketing.
    A colação de grau é uma marco na vida do universitário e não foi diferente para mim. Depois de tantos obstáculos, tantos desafios a sensação de missão cumprida é indescritível, sem dúvidas. No VLOG acima, colocamos em cerca de 10 minutos um resumo do dia anterior, da cerimônia e do pós e ele foi regado a muita alegria. Para compartilhar desse momento mágico comigo, a Yasmin Pezzuol do Blog Doces Palavras, mais uma vez foi a responsável pela captação das imagens deste dia especial. Engraçado, tenho apenas dois vlogs no canal { assista a playlist aqui } e em todos eles, ela participa. Para ajudá-la, meu príncipe entrou na onda de vlogar também { me divertir muito com as brigas dos dois }.
    Espero que vocês tenham gostado deste vlog e do post bem resumido. Foi uma forma de compartilhar com vocês um dos momentos mais emocionantes da minha vida. Agradeço o carinho de todos vocês, as mensagens de parabéns e tudo mais. Acompanhe as redes sociais do Deixe Apenas Fluir que estão sempre atualizadas com muitas novidades para vocês.
    Facebook | Youtube | Instagram | Twitter | Blogloving
    por Carolina Rabêlo
    Compartilhe com os amigos
    6 comentários

    Leia tambem

  • Últimos do Youtube…
  • O amor em forma de presente ♥
  • Recebidos & Compras de Fevereiro ♥
  • 06/10/2014
    Acredito que de tanto falar sobre o Trabalho de Conclusão de Curso que estou fazendo no momento, isso despertou o interesse de algumas pessoas sobre esse assunto. Esse é um dos momentos mais importantes para os estudantes universitários, hora de transcrever em um projeto, tudo aquilo que aprendemos em 4 anos de curso universitário. É trabalhoso, exige dedicação mas não é impossível de ser realizado, pelo contrário, se você faz o que gosta e usa todo seu amor nisso, o caminho das pedras até o diploma fica ainda mais florido. Por isso, trouxe algumas dicas para você lidar (e sobreviver) ao temido TCC
    – ORGANIZAÇÃO
    Se organizar deveria ser regra obrigatória da vida universitária. Quanto mais você for desenvolvendo um hábito de organização no decorrer do curso, mais fácil fica de se organizar no TCC. Hoje a tecnologia facilita ainda mais a nossa vida, nos proporcionando aplicativos para organizamos a nossa rotina e realizarmos nossas tarefas no prazo. Compre uma agenda, pregue post it em todo seu quarto, instale aplicativos de organização, faça alertas no outlook. Essas práticas além de te assegurar na entrega das tarefas, te faz aproveitar melhor seu tempo e, consequentemente, faz de você uma pessoa melhor na vida, podendo usar desses benefícios na vida pós faculdade.
    – OTIMIZE SEU TEMPO
    Vejo muitas pessoas na minha timeline chorando pelas noites sem dormir que passou fazendo o TCC. Sinceramente, nunca virei noites, pois otimizei muito meu tempo. Use suas aulas vagas para ir a biblioteca, fazer pesquisas, desenvolver textos, criar ideias. Realizar essas tarefas dentro da faculdade te concentra ainda mais, por que você já está no clima de acadêmico. Para complementar, tire um dia do seu final de semana, apenas para se dedicar a faculdade. Eu, por exemplo, uso o domingo para focar, organizar e digitar tudo que eu tenho desenvolver para o meu projeto. Assim, faço meus trabalhos, cumpro meus prazos e ainda tempo tempo para viver no mundo exterior ao meu quarto.
    – NÃO PIRE
    Confesso que deixei o estresse emocional tomar conta em alguns momentos. Resultado disso foi textos mal escritos, trabalhos errados e o mais grave, não cumprir prazos estipulados. Quando o estresse estiver muito grande, respire, escute música, tome suco de maracujá ou faça algo que te acalme de alguma forma. Todo o esforço que colocamos neste projeto deve feito com garra, força e motivação, para que lá na frente, nos orgulhamos daquilo que fizemos. 
    – LEIA MUITO
    Pode parecer loucura, mas ler tem me ajudado muito. Quanto mais você pratica esse ato ele deixa sua escrita mais bonita e faz com que sua argumentação fique ainda mais rica. Então, busque livros da sua área, que incentivem sua criatividade, que refinem seu vocabulário e abuse dessas novas informações concebidas para seu trabalho e para sua vida de modo geral.


    – CUIDE DA SUA ALIMENTAÇÃO
    Viver de fast food e tomando café para se manter acordado não é a saída para otimizar tempo. Além de se sentir fraco, com uma sensação de energia passageira, você pode adquirir doenças nada boas e ter que usar teu tempo curto em médicos e hospitais. Então, não vacile e cuide do seu interior para poder celebrar sua vitória mais para frente.


    – PERGUNTE SEMPRE
    Mesmo estando realizando um projeto para ter seu diploma, perguntar e se informar nunca é demais. Então, tire as dúvidas, pergunte e procure sempre melhorar. Não tenha medo de tirar dúvidas com seus professores e orientadores, pois eles estão lá para te ajudar e não ser o vilão da história. Lembre-se: seu sucesso no final é o sucesso deles também.

    – NÃO SE ISOLE 
    Se isolar numa caverna, por mais que seja a tendência, não faz bem para quem está passando por esta fase importante. Compartilhe de momentos descontraídos com sua família, seus amigos, namorado e com quem você gosta. Dê risadas, conheça novos lugares e tire momentos para você. Pode ser maluco, mais lá na frente, será mais legal comemorar sua vitória com essas pessoas importantes, do que conquistar seu diploma e não ter ninguém, pois você afastou todos da sua vida (#pensenisso).

    – ORGULHE-SE
    A cada vitória que você tenha, orgulhe-se disso. Isso não quer dizer que você tem que ser egoísta e se achar o melhor. Mas nós sabemos o que passamos e quando conseguimos algo, precisamos ficar felizes e orgulhosos do quanto nos trabalhamos. Novamente repito, orgulhar do seu trabalho não é desdenhar o do amiguinho, ok?

    São dicas básicas e bobas, mas que fizeram grande diferença em minha jornada de quase formada. Meu Trabalho de Conclusão de Curso está em sua reta final e eu estou muito ansiosa para terminá-lo e apresentá-lo pois acredito muito nele, e eu e meus companheiros de grupo fizemos ele com todo o amor do mundo. 

    Espero que tenham gostado do texto, compartilhe comigo seus momentos de tensão da faculdade e dêem dicas para nós, seria ótimo compartilharmos bons fluidos uns com os outros. Passe em nossa Fan Page e deixe seu like, será uma felicidade ver você nos acompanhando também no Facebook.
    por Carolina Rabêlo
    Compartilhe com os amigos
    0 comentários

    Leia tambem

  • De volta ao Quinze, por Bruna Vieira.
  • Não se Apega Não ♥
  • Atenção, onde você está?