05/06/2017

Hey, você já pensou em desistir da sua Transição Capilar, né? Eu sei que já. Mas se você tem um objetivo, corre atrás. A transição é uma fase complicada, eu sei. O cabelo fica com duas texturas diferentes, você não sabe se deixa como está, se corta, se faz chapinha, se passa creme, se prende, se deixa solto, mas calma!

Tenta de tudo. Prende um dia. Solta no outro. Faz chapinha um dia. Passa creme no outro.

Uma hora você encontra um jeito legal. Se você vai receber olhares tortos? Sem dúvidas. Infelizmente isso é algo que temos que aprender a lidar, os olhares maldosos por não se encaixar em um padrão, por estar aceitando sua identidade.

As perguntas serão ridículas e ou você responde com educação, ou engole, ou responde com ironia, pode escolher. Você não é obrigada a responder o porque de estar passando pela transição. Você não é obrigada a responder o porque de alisar o cabelo se você quer que ele fique cacheado um dia.

Você não é obrigada a responder porque o seu cabelo é “mais” ou “menos” cacheado. E o mais importante: você não é obrigada a aceitar seu cabelo natural.

Você deve fazer aquilo que faça com que você se sinta melhor.

Se você está passando por essa fase de transição, não desista, não volte atrás, corra atrás da sua identidade, procure sua história, vá saber quem você é, se conheça. Se você não está passando por essa fase e se sente bem assim: tá tudo bem!

Se ninguém te apoia independente da sua escolha: manda cada um cuidar da sua vida e faça o que você acha melhor. Você é linda de qualquer jeito, e nunca deixe ninguém dizer o contrário.

Está passando pela Transição Capilar? Conte para a gente o seu relato. Por ser que alguma mana esteja precisando de uma palavra amiga e seu relato pode ajudar! Um beijo 🙂

por Vitória Bruscato
Compartilhe com os amigos
30 comentários

Leia tambem

  • 6 coisas que cacheadas-crespas estão cansadas de ouvir – e as melhores respostas
  • Review: Linha Alisena da Muriel Cosméticos
  • Inspire-se: Youtubers cacheadas para você acompanhar
  • Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog:

    1. Kauany, 6 de junho de 2017

      Aaaai Vi, que lindo! Realmente, é uma fase dificil, e senti amor vindo desse post! Isso mesmo GIRLS E BOYS NÃO DESISTEM! Vale muito a pena depois. E gostei mto do que vc falou: Vc n é obrigada a usar seu cabelo natural. XOXO, Kakau

      • Vitória Bruscato, 6 de junho de 2017

        SIMMM! Odeio quem fica “ai cortei o cabelo pra me libertar” e fica julgando quem alisa, isso é ridículo. Obrigada pelo carinho de sempre <3

    2. Natalia, 6 de junho de 2017

      Sim, a transição é um tempo difícil, nao sabemos o que fazer, eu quis desistir várias vezes, parei de me olhar no espelho porque não aguentava a imagem que eu via, eu nao fiz um BC, fui cortando na medida do possivel, ate que uma cortei acima do ombro e me arrependi tanto, mas eu nao sabia se estava me sentindo melhor do que antes ou pior.. Kkkkk.. Esse corte nao foi o suficiente para tirar toda química, passando 3 meses, um dia me olhei no espelho peguei uma tesoura e cortei sozinha, tirei 95% da quimica… Aquele dia eu senti muito melhor.. Meu cabelo nao está 100% sem química e esta se recuperando porque quebrou muito durante o tempo da transição …
      Foi um tempo muito difícil, muito mesmo, me sentia a pior de todas .. Mas esse tempo passou .. Muitas vezes pedi pra Deus me ajudar, a nao deixar as palavras maldosas das pessoas me atingirem ..
      Hoje uso meu cabelo cacheado, estou aprendendo a lidar com ele e ele comigo ..
      Agora sim sou eu sendo eu mesma.. Kkkkk

      E agora mais feliz porque voltei a me olhar no espero e ficar feliz com o que eu vejo..

      A transição foi maua do que mudar o cabelo, minha personalidade, segurança e gostos mudaram ..

      Estou muito feliz !!

      Beeijo a todas

      E muita muita força!!

      • Vitória Bruscato, 6 de junho de 2017

        QUE AMORR! <3 A gente se sente bem melhor depois que faz o bc/tira a química, né? É libertador! E ainda bem que você não desistiu! 🙂 <3

    3. Nanna, 6 de junho de 2017

      Adorei! Eu no caso tenho o cabelo liso, mas tenho varias amigas que passaram por transições recentemente e faz muita difereça
      Elas estão muito mais felizes consigo mesmas

    4. graziela, 7 de junho de 2017

      Eu aliso meu cabelo e não optei por volta aos cachos, pois me gosto assim!!
      Esse post vai incentivar muita menina a continua na transição!!
      adorei ♥

    5. Luana Souza, 7 de junho de 2017

      Que texto mais incrível! *-* Eu já passei pela transição e sei muito bem como é difícil encarar os olhares e a opinião alheia sobre seu cabelo. De toda forma, valeu cada minutinho, cada gozação por eu estar com o cabelo com duas texturas <3

    6. andy, 7 de junho de 2017

      Transição é uma fase muito difícil, recebi muitos olhares tortos, críticas e até mesmo ofensas, mas agora não poderia estar mais feliz, valeu muito a pena e estou super satisfeita.
      Gostei muito do post
      Abraços

    7. Tatiana Castro, 7 de junho de 2017

      Olá!
      Adorei você abordar esse tema visando o transtorno psicológico que mudanças trazem. Eu acho que uma mudança no cabelo é um ótimo exercício para ligar menos para a opinião é comentário alheios.
      Beijos!
      Gatita&Cia.

      • Vitória Bruscato, 8 de junho de 2017

        Às vezes é difícil, o pessoal que nunca foi julgado digamos assim, passa por uma super mudança e todos começam a falar, é bastante incomodo, na verdade. Mas como diz a grande filósofa MC Melody: fale bem ou fale mal, mas fale de mim. Hahaha!

    8. Marisa, 8 de junho de 2017

      Que texto inspirador! De fato, a transição capilar não é uma fase fácil, como qualquer transição que a gente faça na vida, pois é trabalhoso, mas muito compensador.
      Achei muito legal você frisar que a gente deve valorizar o nosso próprio bem-estar, pois vejo muita gente perdida entre a auto satisfação e o ‘dever’ de agradar os outros’.
      Buscar a própria identidade (como você disse) seja com o cabelo alisado ou não é essencial!
      Beijos.

      • Vitória Bruscato, 8 de junho de 2017

        Isso é o que eu mais “prego”: é importante você se sentir feliz com VOCÊ MESMX! <3 Obrigada pelo carinho 🙂

    9. Carol Sena, 8 de junho de 2017

      eu estou acompanhando a transição capilar da Bruna Vieira, e da pra ver como é complicado, mas acho que o resultado final vale super a pena 🙂

      Blog Entre Ver e Viver

    10. Hilda Machado, 8 de junho de 2017

      Acho super legal esses posts de incentivo a quem passa por essa fase. O pessoal força tanto a barra , obrigando a mulher a seguir um padrão…Super chato! Achei ótimo o post <3 Beijocas lindona! ♥

      + BLOG: http://sorriso-jovem.blogspot.com.br/

    11. Ana Carolina Domingues, 8 de junho de 2017

      Transição capilar não é fácil, já tentei e desisti, mas foi porque me sinto melhor de cabelo liso mesmo. Sempre tive cabelo liso e depois que ele mudou eu tive dificuldade para me adaptar, hoje não faço mais progressiva com formol, uso técnicas de alisamento menos agressivas

    12. Marcia, 8 de junho de 2017

      Passei 2 anos e meio para que o meu cabelo voltasse ao normal, realmente é uma fase complicada, mas é vale super a pena 👏 Bjs

    13. Suellen Marques, 8 de junho de 2017

      Amei seu post. A gente tem que saber o que nos faz feliz. Amor-próprio, sempre. ❤️

    14. Thais Pietrobon, 8 de junho de 2017

      Admiro muito as meninas que conseguem passar pela transição. Deve ser um processo super dificil, mas é questão de adaptação! Adorei o seu post e aposto que as meninas que estão passando por esse momento tbm. Beijos e sucesso

    15. Stéfani, 9 de junho de 2017

      Que post lindo! É difícil mesmo, mas quando nos sentimos bem com nós mesmas a sensação é incrível!